More
    HomeEntretenimentoAlém ParaíbaChás – Medicação diretamente da natureza

    Chás – Medicação diretamente da natureza

    Publicado em

    spot_img

    Nutricionista ortomolecular explica a função dos chás e os cuidados com o uso

    Não é de hoje que ouvimos falar de intoxicações ou problemas relacionados ao mau uso dos chás, assim como são atestados cientificamente seus benefícios na saúde. A nutricionista ortomolecular, Elisa lobo, concorda cem por cento com a afirmação de que “a diferença do veneno e do remédio está justamente na dose”.

    A profissional explica que os chás são medicamentos fitoterápicos e uma forma natural de tratar e cuidar do nosso corpo. “A natureza oferece tudo o que precisamos e há chás para os mais diversos problemas e incômodos, desde as dores no corpo, passando pelas constipações intestinais, retenção de líquido, ansiedade, má digestão, inflamações, disfunções hormonais e até para o tratamento auxiliar em doenças crônicas”, afirma ela.

    Elisa Lobo alerta de que, sendo os chás medicamentos fitoterápicos, agem como quaisquer outros medicamentos, podendo ter interação entre si e demandando um cuidado especial na mistura de ervas e nas suas quantidades. Outro fator importante, para a nutricionista, é analisar cada individuo em suas particularidades, como condições de saúde e outros medicamentos já utilizados, a fim de evitar problemas.

    Em relação às estações do ano, segundo a especialista, o que difere é a temperatura do chá. “Há as pessoas que, no verão, preferem os chás gelados e, no tempo frio, os mais quentinhos. Mas, o preparo deve ser sempre o mesmo, respeitando-se o tempo de infusão de cada erva, de acordo com as recomendações”, explica. Outro ponto que gera dúvidas é o tempo que os chás podem ficar prontos até o consumo. “Nunca mais de 24 horas, pois podem perder parte de suas propriedades”, aconselha Elisa Lobo.

    No que diz respeito ao auxílio no emagrecimento, a nutricionista explica que sim, os chás podem auxiliar, à medida que agem tanto na retenção de líquido quanto em fatores inflamatório, que travam a perda de peso. Mas, segundo ela, quantidades e ervas devem ser recomendadas individualmente e jamais de maneira global. “Algo que acho importante, no entanto, é dividir o consumo em duas ou três vezes ao dia, aproveitando as propriedades antioxidantes dos chás e alternar ervas estimulantes – durante o dia – e mais calmantes – nas tardes e noites”, conclui a profissional.

     

    FIQUE POR DENTRO

    Beatriz Oliveira, a atriz surda oralizada que está no elenco de “A Infância de Romeu e Julieta”

    Beatriz Oliveira é a atriz surda oralizada que interpreta a personagem Pórcia na novela...

    Jovem do Planeta II é o mais novo contratado do Vasco da Gama

    Com apenas 16 anos de idade, mas com um talento esportivo incrível, no início...

    A Farmácia Indiana agora está mais perto de você em Além Paraíba – Minas Gerais!

    Na Farmácia Indiana, você encontrará uma ampla variedade de medicamentos, produtos de saúde e...

    Raony Farsura chega inovando no estilo Pop Internacional com lançamento da canção “Primeiro Amor” pela Flame Music

    O cantor lançou seu mais recente single “Primeiro Amor” pela Flame Music. Com composição...

    FIQUE POR DENTRO

    Bruno Mazzeo e Lucio Mauro Filho falam da eterna comparação com seus pais: ‘Isso nos persegue até os 50 anos’

    Quando andam pelas ruas, Bruno Mazzeo e Lucio Mauro Filho são abordados pelo público...

    Drª Sandra Regina M. R. Duarte: uma trajetória de excelência na Advocacia

    Drª Sandra Regina M. R. Duarte é uma advogada com 15 anos de experiência...

    Transformando vidas com estilo: Eduardo Lopes Guilherme celebra 23 anos de sucesso no mundo dos Cabeleireiros

    Na vibrante Av. Governador Roberto Silveira, nº 417, encontra-se um dos salões de beleza...